sábado, julho 08, 2006

A tristeza

Existem momentos, como agora, em que a dor é quase um susurro.
Eu a ouço murmurando aos meus ouvidos.
Como a cigarra, ninfa, embrenha-se em minha alma-terra, e presa às minhas já frágeis raízes, suga-me a seiva-vida, voraz.
Toma conta, avança , enquanto lenta e melancolicamente,
tornamo-nos uma só.
Até o ponto em que não sei mais...
o que é ela e o que sou eu.

Um comentário:

  1. Roberto Jusi11:01 PM

    Triste é a palavra que descreve perfeitamente este texto. É simples, real e profundo como a tristeza em si.

    ResponderExcluir