segunda-feira, junho 12, 2006

Dia dos Namorados

Hoje acordei assim.
Assim...meio esquisita.
Eu sabia que o dia seria difícil...
Quantas e quantas vezes eu ouviria a mesma frase que ecoaria pelo resto do dia,e até agora, em meus ouvidos:
- Mas você não tem namorado?? Como não??

Sem justificativas que me pareçam suficientes, ou melhor, necessárias,apenas calei-me e sorri.Distribuí durante o dia os meus melhores sorrisos.
Todos aqueles que guardei.
Ahhh ter namorado é mais, muito mais que beijar na boca, de língua.
Ter namorado é muito mais que uma noite de gozo, de sussurros e gemidos.
Ter namorado é quase um tratado de felicidade compartilhada.
De identidades trocadas.
Cumplicidade tácita.
Então releio o poeta, e brinco de acertar o passo.
Visto minha saia mais leve,
aquela de chita, e passeio de mãos dadas com o ar.
Enfeito-me com margaridas e ternuras,
e escovo a alma com leves fricções de esperança.
De alma escovada, e coração estouvado,
saio do quintal de mim mesma e descubro o meu próprio jardim.
Sorrio lírios para quem passa debaixo da minha janela.
Ponho intenções de quermesse em meus olhos e bebo licor de contos de fada.
Ando como se o chão estivesse repleto de sons de flauta e do céu descesse uam névoa de borboletas, cada qual trazendo uma pérola falante a dizer frases sutis e palavras de galanteria.
Falta-me ainda enlouquecer aquele pouquinho necessário a fazer a vida parar e de repente parecer que faz sentido.
Falta-me enlou-crescer.
Sim, talvez Drummond estivesse mesmo certo.
Talvez me falte a loucura.
Muito embora eu sempre acredite que ela me sobra.
Talvez me falte a percepção dos limites.
Ou da falta deles.
Talvez tudo que eu precise mesmo,
Seja ter vontade de virar lagartixa.
Sim...
Não ter namorado é complicado.
E triste.
Simples assim.

Um comentário:

  1. Daiana1:02 PM

    Amiga
    Carlos Drumond realmente é perfeito né....Adoros eu blogger...Num gosto de escrever mas adoro ler....sentir....
    parabéns

    ResponderExcluir