sábado, dezembro 29, 2007

Novos tempos

Houve um tempo em que eu escrevia sem me preocupar com ortografia, concordância.
Quem acompanhou o blog desde o início sabe.
Mas é claro, tudo muda.
à medida em que percebia o número de visitantes aumentando no meu contador de visitas, passei a me preocupar mais com a estética, a apresentação, e também com a qualidade - duvidosa - de tud o que eu escrevia.
Aprendi um bocado lendo blogs alheios.
Angariei fãs, tornei-me uma.
Conquistei amigos, e descobri com surpresa, que aquela amizade era real.
Que podia ser real apesar de todas as diferenças e distâncias.
Hoje, por um motivo bobo, fiquei triste.
Mas é também verdade que nos últimos tempos tenho andado um bocado triste.
Sendo assim, dizer que hoje estou triste é redundância.
É chover no molhado.
Para quem acreditava que casamento é uma instituição falida, paguei o preço para ver:
casei-me em cerimônia, "mas sem muita cerimônia" como diz meu sábio pai.
A Bianca talvez nem de longe lembre a Bianca que iniciou o blog timidamente.
As experiências acumuladas ao longos dos meses, anos, fazem-me sentir senão mais velha (palavrinha difícil de encarar), mais calejada e vivida.
Como sempre, insatisfeita.
Mas...alto lá!!
Eu aprendi, e muito.
Estou tentando reunir forças para encarar os problemas que vão surgindo e para isso tenho me recolhido em minha concha.
Mas quero voltar a ver a luz do sol.
Então hoje, timidamente, atravesso a soleira da porta e me permito viver
a vida que eu sempre quis e nunca tive.
Timidamente, deixo para trás a minha concha e ensaio um retorno desengonçado.
Lembro-me de ter escrito uma vez que viver dói.
Deixar de viver dói ainda mais.
Estou voltando.

14 comentários:

  1. Oi.
    Que bom que voltaste a escrever neste teu cantinho. Espero que essa tristeza que surgiu, vá embora assim como chegou. Viver dói, vc diz. Mas eu te digo ,o que seria da vida sem dor, sem emoções? Entre todas as dificuldades que tiveste ao longo do ano,ou decepções, pelo que se supõe lendo aqui teu último post. Gostaria de te dizer apenas que vale mais a pena ,lembrar das coisas boas, das alegrias e sucessos que tiveste. Os erros, as tristezas servem para repensarmos nossas ações, nos servem para o nosso crescimento interior. Mas acredito que vale muito mais ,lembrar de um doce sorriso, de uma ajuda ao próximo, de ver uma lágrima de emoção de mais alguem. Ah, isso que vale a pena ser lembrado neste ano que está terminando.
    Portanto ,uma dica, colhes todas as tuas emoções e perceba que viver não é apenas uma dor, mas a alegria de se estar viva, de poder ajudar mais alguem.
    Reveja a tua vida espiritual e lembra-te que quem ama Jesus, não tem tempo para pensar em tristeza.
    Viver é a coisa mais bela desta vida. Viva e ama.
    bjus e bom final de ano. Que em 2008, tenhas maiores emoções e alegrias.
    Bea

    ResponderExcluir
  2. lembra de mim? nossa, tantas mudanças desde que nos vimos... tanta vida que se passou, para mim e para você... mas estamos juntos, sofremos algo parecido. beijos.

    ResponderExcluir
  3. Seja bem-vinda e que seja pra sempre! Vc faz falta!

    Bjos querida e um excelente ano pra vc!

    angel

    ResponderExcluir
  4. Anônimo8:40 AM

    Querida Bia, Feliz 2008! Pra você e toda a família. Amiga, eu lhe enviei um e-mail pelo seu Yahoo. Foi pertinho do Natal. Fiquei sem saber se chegou a ler meu e-mail. Enfim, quando puder, escreva-me! Beijos saudosos deste que sempre torce pela sua felicidade. Dennis.

    ResponderExcluir
  5. Bia,fiquei muito feliz de ver vc postando de novo, vc naum me conheçe pessoalmente, mas posso dizer que vc me fez falta.
    Renasça para este ano que se inicia, renovar é preciso, assim é a natureza: depois da noite, o dia, depois da chuva, o sol.
    FELIZ 2008!!!!
    BJS

    ResponderExcluir
  6. Bia, a vida segue sempre o rumo... com solavancos, interrupções, aventuras, retomadas... mas vc é o tipo de pessoa cujo sinônimo mais próximo é exatamente este: vida! Então, superando todos os percalços, que 2008 seja muito feliz e te traga abundantes frutos na estação da colheita!!!

    ResponderExcluir
  7. Anônimo2:57 PM

    Bia...
    Há muito venho visitá-la e me encanta
    justamente seu cuidado com a forma, com o conteúdo inteligente, tudo muito delicado, harmonioso e hoje... Grata surpresa, vc voltou!
    Infelizmente com passagens dolorosas, mas provavelmente em fase de recuperação, já colocando "as asinhas para fora", para receber nosso apoio através das palavras carinhosas de todos que te admiram, mesmo virtualmente.
    Feliz 2008!
    Ano de Marte, planeta de REALIZAÇÕES!!!
    BJS. Lêda

    ResponderExcluir
  8. Aos poucos fui forçando a ler e escrever cada vez mais e vi o quanto isso é importante..´.parabens pelo blog, gostei muito...=D

    ResponderExcluir
  9. Eu simplesmente AMEI teu blog.
    Pretendo voltar sempre e sempre.

    Um beijo, querida.

    ResponderExcluir
  10. Bia, às vezes demoro para passar por aqui, mas considero este blog um lugar de paz. Já o acompanho há muito tempo. Parece que leio o que sinto, e nem sempre estou disposta a escrever. Talvez porque já não acredite mais em quem leia, ou por que lê, ou sei lá.
    Volte. Também dói voltar. Movimento. Continuiaddes. Abraços, Erani

    ResponderExcluir
  11. São tantos os sincronismos entre nós que continuo a me surpreender, antes Fernando Pessoa agora Bachelard.
    Um beijão...

    ResponderExcluir
  12. Que saudade amiga!
    Venho sempre que dá pra ver se não reapareces... e de repente a grata satisfação de te ler outra vez. Que bom... Saudades dos 4 ventos, da Radio Blog e dos nossos tempos, há tempos, trocando dicas e comentários. Escreveste bem no fim do ano quando eu tb sofria muito com uma tristeza inesperada, mal tive tempo de vir à tona porque a vida foi me empurrando pra viagens e acontecimentos... e agora estou eu cá, te lendo, como há 6 anos atrás, feliz da vida por te saber do outro lado. Sofrida, vivida e mais rica, com tudo isso, como todos nós. Beijossss

    ResponderExcluir
  13. Inês Rosa2:40 PM

    Como é fácil encarar os problemas nos colocando dentro de uma concha e querer ficar lá. Mas a vida exige que tenhamos coragem para enfrentar os dissabores, levantar a cabeça e ser feliz. Parabéns pelo desenvolvimento e na melhora em realizar os textos do blog. Gostei muito. Continue evoluindo. Beijos/////

    ResponderExcluir
  14. Olá!Passando pra lembrar que eu amo os seus texros. Faz a gente se sentir em cada palavra que você escreve. Parabéns continue assim. Beeeijos e sucesso.

    ResponderExcluir