domingo, dezembro 10, 2006

Olá!!

Estou viva!!
:))

Tantos acontecimentos têm me mantido distante do blog, mas devo aparecer com mais frequência nos próximos dias.
Tenho coisas para contar, pensamentos para dividir, idéias para semear...
Quem sabe o que colherei?
Os dias vão se passando e o espírito de Natal vai tomando conta de mim, mesmo que contra minha vontade.
Neste Natal completa-se um ano desde que minha mãe foi internada, desacreditada pelos médicos.
Na noite de Natal a levamos para o hospital.
Sim, milagres acontecem.
E ela sobreviveu para contar mais esta história.
Para me ensinar mais um tanto do quanto vale à pena viver.
Para me mostrar o quanto sou amada, e o quanto sou importante.
Palavras dela.
Minha fé abalada me impediu muitas vezes de orar e pedir por ela.
Não conseguia.
Não consegui.
Mas eu chorei e pedi que se alguém tivesse que partir, que este alguém fosse eu.
Ela não partiu e hoje me abraça como se cada abraço fosse ser o último.
As vezes acho que não sou merecedora de tantas coisas boas pois vivo lamentando as coisinhas miúdas, os objetivos que não alcancei, os que não conquistei.
Saí fortalecida. Um pouco mais sofrida,castigada sim...mas fortalecida.
E ainda mais convencida dos meus valores.
:)
Ando rindo à toa, e muitos dizem que é sem motivo.
Estou desempregada, meio sem eira nem beira afinal.
Mas não é não.
O motivo maior de rir à toa é de estar aqui.
É estar viva!!



Harry Simeone Corale "Little Drummer Boy"
(clique p/ouvir a música)

Um comentário:

  1. Poxa, chorei lendo seu texto, realmente você deve sorrir, infelizmente não tive a mesma sorte que vc, perdi minha mãe vai fazer 2 meses, e meu pai 7 meses,tudo em um ano só,mas a fé me faz com que eu tente pelo menos não sofrer tanto.Rezar também eu não consegui ainda,na verdade há um pouco de descrença na vida quando isso acontece.Quero te dizer q adorei seu blog, muito lindo, parabéns. Beijos carinhosos.

    ResponderExcluir