quarta-feira, setembro 13, 2006

O Amor e suas dores

"A dor de não amar será como o veneno da serpente, que mata assim, quase de repente? Não, a dor de quem não ama é fria morte lenta, é um afogar-se em degelos glaciais e, dia a dia, sentir o coração parando aos poucos, até o ser inteiro se desfazer em transparências.
Ah... mas a alegria de amar é tão diferente!
É mergulhar no riso mais contente, morder um chocolate que se dissolve na língua, saborosamente, ora doce, ora amargo, sempre surpreendente! E mesmo o amor não correspondido é preferível ao inexistente, pois a dor de não ter a pessoa amada, ainda que seja dor profunda, desesperada, ao menos mantém a alma quente..."

Dennis D.
(setembro/2002)


Está lá, nos ARQUIVOS do Caderno Mágico, junto de muitos outros que merecem ser lidos e relidos.
Visite!


The Cult "Painted on my heart"(clique p/ ouvir)

3 comentários:

  1. Não sei por onde andas também, tenho saudade.

    ResponderExcluir
  2. Nem sei como vim parar aqui, mas benditos os ventos que me troxeram. Parabéns! Gostei de tudo que vi até agora. Nem sabia onde comentar, mas escolhi este post porque é um assunto bem atual em minha vida. Pensamos exatamente igual. Se quiser conhecer meu cantinho, não chega aos pés do seu, mas será muito bem vinda.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo4:10 PM

    putz!do nada achei vc e justamente era o q precisava nesta hora

    ResponderExcluir