quinta-feira, março 02, 2006

De roupa velha, borboletas e felicidade


Vestiu a velha calça jeans, cruzando os dedos na esperança de que ainda servisse.
Serviu.
Olhou-se no espelho, satisfeita mas não muito, como sempre.
Sorriu para sua imagem refletida no espelho, ajeitou os cabelos ainda despenteados , a camiseta já surrada de sua banda de rock favorita, as sandálias de borracha.
Uma borboleta invadira o quarto sorrateira e jogou-se então na cama, lânguida, a observar o vai e vem ritmado de suas asas.
Suspirou, e era um suspiro intenso, sentido, de quase alívio.
Feliz, pensou.
Enfim.

2 comentários:

  1. eu queria poder sentir alívio

    ResponderExcluir
  2. Quase consigo compartilhar teu sentimento, fico contente de te ver escrever desta forma novamente.
    Bia depois de um recesso voltei a publicar também no Camafunga, ando ausente de tanto trabalho e quando sobra tempo acabo assumindo meu lado MORsa lá no perfumaria.
    Um beijão...

    ResponderExcluir