quinta-feira, julho 31, 2008

Sol, açúcar, e afeto

Depois de gastar um bom tempo tentando recuperar minha senha de acesso ao blog e quase desistir... a boa filha à casa torna, como diz meu sábio pai.
Trago notícias, e elas são boas.
Com a chegada do verão e 22 dias de sol eu quase esqueci os maus bocados.
Mas durou pouco. Ontem choveu o dia todo e a previsão para o resto da semana é de chuva.
Ao menos no final de semana o sol deve retornar e com sorte a temperatura deve voltar à casa dos 30 graus.
Nem preciso dizer que não aguardo ansiosa pela chegada do outono e inverno.
Tenho planos de voltar a atualizar o blog, mas não faço idéia ainda de como ou quando.
Eu precisava ao menos agradecer as mensagens de apoio recebidas, dizer que estou bem.
Como um amigo costuma dizer, sou sobrevivente.
Sobrevivo a mim mesma todos os dias, e desta forma me reinvento e adapto às intempéries.
Assim me reconstruo, imune a algumas tristezas e surpreendentemente vulnerável a algumas outras.
Sinto falta daqui. E daí.
Da vida perfeita que nunca existiu e da mulher feliz que fui a despeito de tudo.
Do abraço sempre pronto, de abraçar sempre.
De parar pra um café sem compromisso.
De namorar o doce na vitrine da confeitaria.
De indulgir-me em açúcar e afeto.
De rir. Chorar de rir.
De balançar na rede e andar descalça.
Onde foi que esqueci de mim?

9 comentários:

  1. Sérgio1:37 PM

    Oi.
    Bom que voltou, pelo menos por aqui...
    Saudades.

    ResponderExcluir
  2. Padim2:49 PM

    Voltou a postar!!
    Yeah!

    ResponderExcluir
  3. muito bom...
    Posso fazer um pouco de publicidade?
    http://oceanopuro.blogspot.com/
    poemas de alguém para ninguém
    Espero que gostem...obrigado

    ResponderExcluir
  4. Adoro o jeito q vc escreve. parece que está conversando com quem lê. Muito legal.. =)

    ResponderExcluir
  5. Adorei teu blog e tuas postagens! parabéns!

    ResponderExcluir
  6. As vezes o esquecimento de nós mesmos bate e isso pode ser por dois motivos: pensar de mais nos outros; esquecer dos outros. Pensar só no que tá dentro do carro e não na estrada faz com que nos percamos mesmo, acontece.

    ResponderExcluir
  7. Gosto da forma vc escreve. Parabéns. Saudações. Boa noite.

    ResponderExcluir
  8. Muito bacana.. bem escrito. Parabéns. Rebeca. http://pensamentos.org

    ResponderExcluir
  9. Olá Bianca já acompanho seu blog há tempos,de muita delicadeza,feito com alma mesmo,sempre passando por aqui pra dar um oi,abraços.

    ResponderExcluir